Convocatória da Assembleia Geral 29 de junho

Caras e Caros Associados do NAM
Por não se terem realizado até 31 de Maio as eleições para os Órgãos Sociais, conforme o previsto no nº 1 do artigo 8º do Regulamento Geral da associação, em virtude de não se ter apresentado qualquer lista concorrente e devido ao incumprimento continuado das responsabilidades da Presidente da Direcção que inviabilizou o funcionamento regular desta, decidi convocar uma assembleia geral extraordinária do NAM cuja convocatória se anexa.

O presidente da Mesa da AG do NAM
Raimundo Narciso
 

 20180324 170714

 

Convocatória

De acordo com o nº 2 do artigo 14º dos Estatutos, convoco uma Assembleia Geral Extraordinária do Movimento Cívico Não Apaguem a Memória! - NAM para o próximo dia 29 de Junho, às 15 horas, nas instalações do GILCO, na Rua da Arrábida nº 106, em Lisboa, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

- Análise da situação da associação e deliberação das medidas necessárias, incluindo a eventual constituição de uma comissão administrativa.

  • Não estando presente a maioria dos associados à hora marcada, a Assembleia Geral Extraordinária reunirá e deliberará meia hora depois com qualquer número de presenças, de acordo com o nº 2 do artigo 17º dos Estatutos.

Lisboa 10 de Junho de 2019

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

 Raimundo Narciso

GILCO

  • Visualizações: 5
Write comment (0 Comments)

Convocatória da Assembleia Geral 16 de março

ASSEMBLEIA GERAL

DO MOVIMENTO CÍVICO

“NÃO APAGUEM A MEMÓRIA – NAM”

  Convocatória

De Acordo com os estatutos e em particular os seus artigos , 14º, 15º e 17º, convoco a Assembleia Geral Ordinária do NAM para o dia 16 de Março de 2019, pelas 15h e 30m. Se a esta hora não estiverem presentes mais de metade do nº de associados a AG reunirá, em segunda convocatória, meia hora depois. A AG terá lugar na Rua da Arrábida nº 106 R/C em Lisboa e tem a seguinte ordem de trabalhos.
1 – Informações;

2 – Apreciação e votação do relatório e contas do NAM referentes ao ano de 2018 apresentado pela direcção e respectivo parecer do conselho fiscal.
3 – Preparação das eleições dos órgãos sociais para o mandato relativo aos anos de 2019/2020, a realizar até 31 de Maio próximo.
Lisboa 2 de Março de 2019
Raimundo Narciso

 

GILCO001

 

Local:

GILCO -Rua da Arrábida nº 106 R/C em Lisboa

  • Visualizações: 45
Write comment (0 Comments)

Jantar-debate sobre o Museu Nacional em Peniche

IMG_0825.JPG

O processo de criação do Museu Nacional no Forte de Peniche está em curso conforme resolução da Assembleia da República.

O Movimento "Não Apaguem a Memória" (NAM), que sempre se bateu pela preservação e projeção daquele edificado como um espaço ativo de memória, tem acompanhado o desenvolvimento do projeto nomeadamente através da sua participação, na pessoa de Raimundo Narciso, na Comissão de Instalação dos Conteúdos e da Apresentação Museológica (CICAM).

Na sequência dos trabalhos entretanto realizados foi presente àquela Comissão, no passado 2 de outubro, o estudo prévio do projeto de arquitetura e especialidades do Museu Nacional da Resistência e da Liberdade elaborado pelo  Arquiteto João Barros Matos.

Neste quadro entende o NAM fazer um 'ponto de situação', alargado a todos os interessados, sobre o andamento deste processo e debater perspetivas sobre a sua prossecução.

Para tal realiza no próximo 19 de novembro (segunda feira) um jantar-debate aberto à participação de quantos queiram refletir conjuntamente sobre o assunto.

 

Imagem relacionada
 
 

Jantar-debate

sobre o processo de criação do Museu Nacional da Resistência e da Liberdade no Forte de Peniche

19 novembro, segunda feira, às 19,30h.

no Grémio Instrução Liberal Campo de Ourique (GILCO)/RESTAURANTE, Lisboa.

Os membros da CICAM  Raimundo Narciso e Fernando Rosas

prestarão informações e animarão a conversa.

 
Preço do jantar: 15 €
O menú é carnes grelhadas com batatas fritas, arroz e salada.
Quem pretender peixe grelhado deve indicá-lo na inscrição.
Inscrição: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Local:
 GILCO.jpg
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Gremio Restaurante, Rua da Arrábida 106, 1250-096 Lisboa
 
 
 
 
  • Visualizações: 88
Write comment (0 Comments)

Edmundo Pedro Um Homem Bom da República e da Liberdade

O Centro Cultural de Belém presta homenagem a Edmundo Pedro resistente anti-fascista e distindo associado do movimento 'Não Apaguem a Memória'.

8 de novembro  às 18.00h.

CCB - Sala Luís de Freitas Branco

Edmundo Pedro - dia literario no CCB

Edmundo Pedro © Miguel Valle de Figueiredo

No dia em que cumpriria 100 anos de vida, a Fundação Centro Cultural de Belém evoca este grande cidadão Português cuja vida, tão intensamente vivida, atravessa todo um século da nossa História. Símbolo da liberdade e da resistência antifascista, viveu dez anos da sua juventude no campo de concentração do Tarrafal, onde viu morrer alguns camaradas seus, como Bento Gonçalves, que tanto marcaram a sua sólida formação política, cultural, e profissional, de humanista e autodidacta multifacetado. Conheceu praticamente todas as prisões do regime salazarista, e até à Revolução dos Cravos foi sempre um activo e constante conspirador. Foi membro do Partido Comunista Português, depois militante socialista, e esteve presente ao lado do Partido Socialista em todos os combates decisivos da Democracia, sem nunca se acomodar a interesses e a benesses, mantendo-se sempre firme na defesa das ideias e dos valores que perfilhava. Era um homem livre. O seu exemplo de vida, a sua forma de estar, a pluralidade dos amigos que tinha, a obra que nos deixou, também detalhadamente relatada nos importantes livros que escreveu, são motivos mais do que suficientes para que, sem quaisquer hesitações, um conjunto de personalidades tenha aceitado participar neste tributo evocativo, a realizar na data do seu centenário.

Literatura e Pensamento

Oradores
Fernando Pereira
João Soares
José Pacheco Pereira
Luís Osório
Paulo Almeida
Vasco Lourenço
Moderação Elísio Summavielle

Entrada Livre

  • Visualizações: 70
Write comment (0 Comments)